Como Montar uma Loja Virtual na Internet– Passo a Passo

Montar uma loja online envolve diversos processos e, principalmente planejamento.

É necessário pensar em diversos pontos para que a loja consiga atender a demanda e ter qualidade no serviço.

O primeiro passo é sempre decidir qual tipo de produto e público você deseja atingir.

A criação e o planejamento podem ser complexos e é necessário ter muita organização para que o investimento em criar uma loja virtual não seja em vão.

Saiba quais são os passos essenciais a serem pensados antes de entrar para o ramo.

 Loja online

Plataforma

Depois de decidir quais produtos você pretende vender e para qual púbico ele se destina, está na hora de procurar uma plataforma que se adeque com seu tipo de venda.

O ideal é já escolher uma plataforma que atenda a demanda do início da sua loja, mas que também possa acompanhar seu crescimento, para que ela não limite seu sucesso depois de um tempo.

Alguns tipos de plataforma são:

Plataforma Open Source: esse tipo de plataforma é gratuito, é só baixar o código por alguns sites da Internet e contratar um profissional na área da informática para deixá-lo do jeito que você quer.

Plataformas SaaS: funciona como uma “loja alugada”, já que a plataforma é feita por uma empresa especializada que cobra uma mensalidade para manter o site no ar.

Plataformas exclusivas: criados exclusivamente para a loja, se adequando as necessidades específicas dela e, por isso, custa mais caro.

Pagamento

Existem diversos tipos de serviço que tomam conta dessa área de pagamento para você, como os chamados “Getways de pagamento” (promovem conexão com redes de adquirência) ou a integração direta com o adquirente (sistema maior e mais complexo, para lojas grandes normalmente).

Para quem está começando agora, o ideal é utilizar os “Intermediadores de Pagamento”.

Além de ser fácil de usar, eles assumem o risco de fraudes, o que é ótimo na hora de montar uma loja online, já que garante segurança do recebimento.

Normalmente cobram uma taxa por cada transação.

 Pagamento online

Segurança

Esse é um dos pontos mais importantes, já que influencia diretamente na confiança do cliente.

O site precisa ter dois tipos de segurança: a Secure Socket Layer (SSL) e o Scan de aplicação e IP.

O primeiro tipo protege os dados dos clientes de invasores e é item essencial pedido por muitas empresas de adquirência, como as de cartão de crédito.

O Scan tem o objetivo de sempre procurar em seu site alguma vulnerabilidade que permita que alguém consiga invadir o site.

Segurança

Existem empresas que fornecem o trabalho de segurança online de forma terceirizada e que acompanham as possíveis invasões ou falhas do sistema.

Logística e Marketing

Além das questões que envolvem o funcionamento do site, é importante pensar também na logística.

Veja onde os produtos serão armazenados: você tem um local para guardá-los?

Escolha a forma de transporte: as entregas dos seus produtos serão feitas pelos Correios ou por uma transportadora?

Pesquise para saber como contratar a transportadora ideal para você, já que nem todas entregam todos os tipos de produto ou abrangem todo o Brasil.

Veja Todos os Ganhadores do E-Show (E-Awards)

MELHOR AGÊNCIA DIGITAL DE CRIAÇÃO E DESIGN DE PÁGINAS DA WEB
eplus

eplus
MELHOR AGÊNCIA DIGITAL DE MÍDIA SOCIAL
trianons

trianons
MELHOR AGÊNCIA DIGITAL FULL SERVICE
esv-digital

esv digital
MELHOR SERVIÇO DE LOGÍSTICA
loggi

loggi
MELHOR AGÊNCIA DIGITAL DE SOLUÇÕES PARA MOBILE
optimise

optimise
MELHOR SERVIÇO DE SOLUÇÕES DE E-MAIL MARKETING
benchmark

benchmark
MELHOR AGÊNCIA DIGITAL DE CAPTAÇÃO DE TRÁFEGO
esv-digital

esv digital
MELHOR AGÊNCIA DE AFILIAÇÃO
zanox

zanox
MELHOR ERP PARA E-COMMERCE
emillennium

emillennium
MELHOR E-COMMERCE DE OFF A ON
oboticario

oboticario
MELHOR E-COMMERCE APP
magazineluiza

magazineluiza
MELHOR DESIGN E USABILIDADE DE E-COMMERCE
voopter

voopter
MELHOR CAMPANHA DE E-COMMERCE
centauro

centauro
MELHOR E-COMMERCE EM INOVAÇÃO
movelaria

movelaria
MELHOR E-COMMERCE INTERNACIONAL
dafiti

dafiti
MELHOR E-COMMERCE EM ATENDIMENTO AO CLIENTE
netshoes

netshoes
MELHOR STARUP DE E-COMMERCE

presenteie

presenteie

Os principais motivos para o crescimento da Netshoes

Você com certeza já ouviu falar da Netshoes, uma rede de vendas de artigos esportivos pela Internet.

A loja vem crescendo cada dia mais e chamando a atenção dos empreendedores pelo seu sucesso acelerado.

Claro que tudo isso não surgiu à toa.

Os serviços, estratégias de marketing e, principalmente, os investimentos em áreas importantes fizeram com que seu sucesso aumentasse junto com as vendas do e-commerce.

Hoje, o grupo é um ótimo exemplo a ser seguido no ramo de vendas online.

 

Vendas por aplicativos

Depois do lançamento do aplicativo da loja as vendas da Netshoes aumentaram muito.

No primeiro trimestre de 2016, o grupo anunciou que o número de pedidos feitos por smartphones ou tablets aumentaram em 267%.

O investimento em um aplicativo fácil e seguro foi feito na hora certa, quando os consumidores já estavam acostumados com o uso de aplicativos e passaram a confiar mais nesse tipo de compra.

Além da qualidade do aplicativo, outros pontos positivos são o fato dele ser gratuito e não gastar o plano de dados dos consumidores, podendo ser acessado a qualquer momento e em qualquer lugar.

 Aplicativo

Parcerias

Fazer parcerias com grandes marcas de artigos esportivos também foi uma estratégia que aumentou as vendas da empresa.

O grupo Netshoes passou a gerenciar lojas de artigos esportivos de diversas marcas, como National Basketball Association (NBA), National Football League (NFL), UFC, Havaianas, Puma, Timberland, Topper e Mizuno.

A Netshoes também tem parcerias com o Globo Esporte e o UFC.

 

Expansão de produtos

A Netshoes abrangia apenas a área esportiva desde a criação da loja física em São Paulo.

Quando surgiu na Internet, esse foi seu segmento durante muitos anos e a loja passou a ser conhecida por conta disso.

Mas, em 2014, o grupo resolveu ampliar a gama de produtos e lançou a loja online Zattini, que vende produtos para homens e mulheres.

Na loja são vendidas roupas, sapatos, perfumes, acessórios, entre outros produtos vendidos exclusivamente online.

Zattini

As vendas da Zattini também podem ser feitas pelo aplicativo, que é um sucesso desde seu lançamento.

O último investimento do grupo Netshoes foi na compra da Shoestock, no começo de 2016.

A marca brasileira de calçados foi comprada pelo grupo após fechar diversas lojas.

A Shoestock fará parte da Zattini, que produzirá e comercializará os produtos também exclusivamente pela Internet.

 

Cupons

Outra estratégia de rápida expansão da Netshoes, é utilizar cupons de desconto para atrair novos consumidores a testarem a loja, oferecendo descontos fornecidos na hora.

Através deste tipo de incentivo, a loja consegue atrair tanto consumidores novos, quanto a reativação de consumidores antigos. Um site que divulga os cupons da Netshoes é o CupomValido.

 

Pesquisa de satisfação

O grupo Netshoes tem um ótimo atendimento ao cliente e, por isso, consegue conquistar cada vez mais consumidores fiéis.

Uma das suas ações é a realização da pesquisa de satisfação feitas com o cliente após cerca de três semanas que ele recebeu o produto.

Assim, a loja online consegue manter a qualidade de seus itens e sua popularidade na Internet, já que os consumidores pesquisam opiniões sobre a loja antes de realizarem as compras.

 

Marketing digital

Claro que sem um marketing digital bem feito o sucesso da Netshoes não teria acontecido tão rápido.

Entre as estratégias utilizadas está o “email marketing”, em que o cliente recebe as promoções em sua caixa de entrada.

A diferença que chama a atenção é que cada email é “personalizado” especificamente para aquela pessoa, baseada em suas últimas buscas no site, para qual time ela torce, quais marcas ela mais compra, entre outros dados.

Quanto custa criar uma Loja Virtual na Internet?

Criar uma loja online exige planejamento e, principalmente, investimento.

Investir em serviços de qualidade é essencial para consegui crescer e ter sucesso de vendas.

Claro que existem diversas variáveis, mas há também custos básicos que toda loja virtual precisa pagar.

Quer saber quanto custa criar uma loja virtual?

quanto-custa-abrir-um-ecommerce

Plataforma

Existem diversos tipos de plataformas que podem ser utilizadas.

A maioria cobra uma mensalidade para manter o site no ar e o valor pode variar entre R$ 150 até R$ 500 mil (para as lojas grandes).

 

Segurança

Segurança

Um dos pontos mais importantes de uma loja virtual e onde deve ser investido um bom dinheiro.

Certificado digital: é o que garante que os dados dos compradores não consigam ser roubados por invasores.

Custa entre R$ 1.500 a R$ 4.000 e muitas vezes já são fornecidos pela própria plataforma por um valor a mais.

Blindagem ou Scan: é o serviço que acompanha o nível de segurança do site é a melhor forma de não ter problemas na qualidade do serviço nem de roubo de informações.

O investimento é entre R$ 3.500 a R$ 10.000 no ano.

Antifraude: este sistema identifica e investiga uma suposta fraude no site, como uso de cartão inválido, por exemplo.

O valor fixo gira em torno dos mil reais.

O sistema investiga cada uma das transações automaticamente e, por isso, é necessário para uma taxa a mais, que gira em torno de 1 real.

Caso seja encontrado algo estranho, a empresa de segurança pagará um profissional da área para verificar manualmente o problema, o que gera mais um custo de cerca de 10 reais.

 

Pagamentos

Paying online with credit card

Para quem está iniciando no ramo das vendas pela Internet agora, uma das opções mais comuns é utilizar os chamados “intermediadores de vendas”, que são empresas que garantem que o dono da loja receberá o valor da transação.

Esse sistema normalmente é pago a partir de uma porcentagem no valor de cada venda.

Para cartão de crédito a média é de 6% e para boleto ou débito, cerca de 2%.

Para lojas maiores, muitos empreendedores optam pelos Getways, que, basicamente, conectam você com as empresas de cartão de crédito.

O valor de manutenção gira em torno de R$ 1.500 mais taxas por transação, que não passa de 2 reais.

 

Marketing digital

Sem uma boa estratégia de marketing, fica muito difícil crescer na Internet, já que existem milhares de opções para os consumidores.

Nesse caso, não existe um valor fixo, já que depende dos produtos que você vende e de quantas pessoas tem interesse neles.

Segundo especialistas, é importante separar entre 3% e 5% do seu faturamento para pagar as agências que fazem o trabalho de marketing digital.

 Marketing digital

 

Logística

Esse também é um ponto em que não é possível colocar um valor certo, porque também depende de muitas variáveis.

Entretanto, é importante levar em consideração esse ponto, já que uma boa logística traz qualidade ao seu trabalho.

Por isso, pense que, além de todos os custos de manutenção do site, é necessário pensar nos trabalhos mais “manuais”, como atendimento ao cliente (resposta de mensagens e e-mails), quem cuidará da parte jurídica do empreendimento, quem cuidará dos custos, entre outros.

 

Coloque tudo na ponta do lápis para saber quais serão os custos de uma loja virtual.

Top 10 Livros para Começar no E-Commerce

índice

1- A Menina do Vale

2- A Revolta de Atlas

3- A Startup Enxuta

4- Atravessando o abismo

5- Aventuras empresariais

6- De zero a um: o que aprender sobre empreendedorismo com o Vale do Silício
7- Delivering Happiness – Satisfação garantida

8- Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias

9- Geração de Valor

10- Marketing 3.0 – As forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano